Parlons azerbaïdjanais : Langue et culture by Kamal Abdoulla, Michel Malherbe

By Kamal Abdoulla, Michel Malherbe

Show description

Read Online or Download Parlons azerbaïdjanais : Langue et culture PDF

Similar culture books

Beliefs and the Dead in Reformation England

This can be the 1st finished research of 1 of crucial facets of the Reformation in England: its effect at the prestige of the lifeless. Protestant reformers insisted vehemently that among heaven and hell there has been no 'middle place' of purgatory the place the souls of the departed can be assisted through the prayers of these nonetheless dwelling in the world.

Porn Studies

In her pioneering ebook challenging middle, Linda Williams placed moving-image pornography at the map of up to date scholarship along with her research of the preferred and enduring of all movie and video genres. Now, fifteen years later, she showcases the subsequent iteration of serious pondering pornography and signs new instructions for examine and instructing.

Religion and Its Monsters

Religion's nice and robust secret fascinates us, however it additionally terrifies. So too the monsters that hang-out the tales of the Judeo-Christian mythos and past traditions: Leviathan, Behemoth, dragons, and different beasts. during this strange and provocative ebook, Timothy okay. Beal writes concerning the monsters that lurk in our non secular texts, and approximately how monsters and faith are deeply entwined.

Laboratory Procedures and their Applications

Laboratory approaches and Their purposes

Additional info for Parlons azerbaïdjanais : Langue et culture

Example text

Como foi mostrado por Kroeber, o conceito de área cultural "funciona" bem no caso das culturas indígenas da América do Norte, pois ali áreas culturais e áreas geográficas são mais ou menos coincidentes. Mas, em muitas outras regiões do mundo, seu caráter operatório é discutível, pois as fronteiras são bem menos nítidas e as áreas culturais só podem ser definidas de maneira aproximativa, a partir de um número pouco significativo de traços comuns. No entanto, empregada de maneira flexível, a noção não é totalmente desprovida de utilidade descritiva [Kroeber, 1952].

Mas os sucessores de Lynd se dedicaram principalmente a reconhecer e a estudar a diversidade cultural americana ao invés de procurar as provas da unidade da cultura dos Estados Unidos. Estes trabalhos resultaram na criação de um conceito que vai obter um grande sucesso: o conceito de "subculturaXsem que o termo implique uma interpretação que poderia levar a uma confusão entre subcultura e uma cultura inferior). Como a sociedade americana é socialmente muito diversificada, cada grupo social faz parte de uma subcultura particular, retoma-se aqui uma idéia já esboçada por Linton através da noção de "personalidade estatutária".

A representação unitária de nação, unida à exaltação da civilização francesa, concebida como modelo universal, explica em parte o fraco desenvolvimento da reflexão sobre a diversidade cultural nas ciências sociais na França durante muito tempo. Ao contrário, o contexto próprio dos Estados Unidos favoreceu uma interrogação sistemática das diferenças culturais e dos contatos entre as culturas. A primeira é herdeira direta do ensinamento de Boas e encara a cultura sob o ângulo da história cultural.

Download PDF sample

Rated 4.96 of 5 – based on 25 votes

About admin